BREAKING NEWS

[+18] Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Uma das mulheres mais sensuais da TV, Maria Casadevall vai tirar seu fôlego nestas 14 fotos que ela fez especialmente para o aniversário da VIP. Tudo bem, você vai sobreviver. Enfeitiçado, mas vai...

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

As minhas memórias dela são de coxia, dos bastidores do teatro; como aquela vez em que fomos à Rua 25 de Março, atrás de lâmpadas pisca-pisca para iluminarmos um espetáculo que apresentaríamos no festival Satyrianas. São memórias das salas de cinema, quando assistimos a Como nas Canções dos Beatles: Norwegian Wood, e saímos mexidos pela experiência existencial das personagens. E memórias das nossas caminhadas que quase sempre desaguam em algum café, desses que podem nos surpreender com uma maravilhosa taça de cappuccino.

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

No coração e na cachola da atriz Maria Casadevall, que está na novela I Love Paraisópolis, na qual vive a Margot, delicadeza é a primeira apresentação do mundo. Mar, como a chamo, é uma paulistana que sabe bem que a sensibilidade é um meio caminho entre querer continuar sendo educada pela civilização e descivilizar-se. A atriz, que nasceu na histórica Rua Maria Antônia, centro de São Paulo, mantém, entre os rituais domésticos, o culto a um velho All Star vermelho. Talvez tenha sido esse seu primeiro “segredo” poético urbano que tomei contato e que de alguma forma me levou a um universo de muita espontaneidade, luminosidade, delicadeza (muita delicadeza!), generosidade, alegria e, também, lágrimas; algumas delas trago enterradas no antebraço esquerdo, fazendo par, a distância, com a canção interpretada pela Billie Holiday (Love Me or Leave Me), tatuada no seu antebraço direito.

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Maria, que já trilhou pela Austrália, Estados Unidos, França, Japão e por tribos indígenas no Brasil, anda preferindo ver o dia nascer e assim caminhar dentro das primeiras horas de uma cidade quase deserta,  que, por segundos, leva a crer que o caos urbano não chegará horas depois. Amante da boa comida japonesa, cinéfila, leitora atenta – onde cabe de um Cioran, Raduan Nassar, passando por Clarice Lispector ao poeta Manoel de Barros –, ama o silêncio e aí está uma boa chave para percebê-la. Respeitar seu silêncio, ainda mais se for depois de uma sessão de cinema (risos), é um bom começo de cumplicidade a se perder de vista pela vida. Além de atuar, escreve, desenha, fotografa e guarda, dentro do estojo de óculos, um patuá de Santa Clara – padroeira da televisão, como bem está na famosa canção do célebre compositor
baiano Caetano Veloso.

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

No blog, “Lá da minha cachola – o som de Maria”, no qual rabisca suas indagações poéticas, lê-se as seguintes linhas: “Tua ausência envelheceu meus olhos/ amarelou meu riso/ fiquei sem posses/ descaminhei/ volte logo, Poesia/ assim quem sabe um dia/ à tua revelia/ eu possa morrer de vez”. Os seus movimentos pela vida são assim, sempre da ordem de uma sensibilidade apurada. Do abraço longo e afetuoso que sempre dá, como uma espécie de exercício de suspensão do tempo, às mãos estendidas e dispostas a reinventarem-se na direção de um algum morador invisível da cidade de São Paulo, a metrópole que aos poucos vai tomando conhecimento da sua grandeza artística. Ela dança na vida, como algumas lentes já flagraram, como a personagem Michele de Os Amantes da Ponte Neuf, interpretada pela atriz francesa Juliette Binoche, de quem é profunda admiradora.

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Maria, atriz intensa, disponível, sagaz, que já foi A Senhora do Parque (Roberto Zucco), Maria Valentina (Lara com Z), Patricia (Amor à Vida), Lili (Lili, a Ex) e agora, Margot (I Love Paraisópolis), mas que no fundo é uma menina que procura a pegada de uma secreta alegria e por isso compreende bem que “o correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”.

Maria Casadevall na VIP

Maria Casadevall na VIP

Um dia, me disse: “Porque eu, se não pudesse ser humana, na certa escolheria ser uma janela”. Maria, com os olhos sempre atentos à vida. Evoé!

Share this:

Postar um comentário

 
Back To Top
Copyright © 2015 Ninja Nerd. Designed by OddThemes