BREAKING NEWS

Nova data do fim do mundo: 16 de março de 2880

size_590_asteroide

Segundo a Discovery News, existem mais de 10 mil corpos celestes próximos da Terra que foram identificados até agora. São asteroides e cometas de tamanhos variados, que compreendem a distância orbital da Terra em cerca de 45 milhões de quilômetros. Desses, cerca de 10% são maiores do que um quilômetro, sendo grandes o suficientes para ter consequências globais desastrosas no caso de um impacto.

Um desses é o asteroide 1950 DA, descoberto pela primeira vez em fevereiro de 1950, esse asteroide tem 1,1 quilômetros de largura. Na época, foi observado por 17 dias e, em seguida, desapareceu. Foi flagrado novamente em 31 de Dezembro de 2000 e em março 2001, quando os cientistas concluíram que a trajetória do objeto o trará para muito próximo da Terra em 16 de março de 2880.

Os cientistas ainda não descartam que a aproximação possa causar uma colisão. Uma análise feita pelo Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, agência espacial americana, e por outras instituições revelou que a probabilidade de impacto é de 1 em 300.

A chance pode parecer pequena. Mas, na verdade, representa um risco 50% maior do que a média de todos os outros asteroides mapeados até agora.

Apesar disso, ainda é muito cedo para afirmar que haverá uma colisão. Existem muitos fatores que influenciam a trajetória de um asteroide no espaço. Sua taxa de rotação, refletividade, a composição, massa, as variações do terreno e interações gravitacionais são fatores que afetam a movimentação do objeto celeste.

Muitos dessas características sobre o asteroide ainda precisam ser descobertas. Portanto, os cientistas precisam fazer novas análises. A próxima oportunidade de estudar o objeto acontecerá apenas em 2032.

Share this:

Postar um comentário

 
Back To Top
Copyright © 2015 Ninja Nerd. Designed by OddThemes